Blog OSC 360°

Já está em vigor a Resolução Normativa n. 443/2019, da Agência Nacional de Saúde Suplementar, que dispõe sobre adoção de práticas mínimas de governança corporativa, com ênfase em controles internos e gestão de riscos, para fins de solvência das operadoras de plano de assistência à saúde.


As fundações e associações privadas, que operam planos de assistência à saúde, devem estar atentas quanto às regras estabelecidas, especialmente sobre a necessidade de auditoria independente e do envio anual do Relatório PPA, pois essa metodologia é inovadora em termos de procedimentos da ANS.

Um Programa de Governança bem construído permitirá uma consolidação das operadoras no mercado da saúde suplementar, mitigando os riscos da operação.

Acesse a R.N. 443 aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *